2 de abril de 2011

Devassa e Minha!



J.J. Oliveira Gonçalves
 
 Eu quero uma mulher devassa
Que namore comigo sem calcinha!
Enquanto eu a excito ela me amassa
Sua nudez sentir íntima e minha!
 
Ah, santa não será - mas pecadora
Aquela que atender ao meu apelo!
Boca febril, carnuda e sedutora
E faremos amor os dois em pêlo!
 
Eu quero essa mulher despudorada
Selvagem e com Alma perfumada
Chamá-la, gentilmente, de vadia!
 
E ela me chamará de seu safado
De poeta, seu senhor, menino e amado
No ardor da prazerosa fantasia!
 
Perdido em suas curvas sensuais
Em sua volúpia, ouvi-la: "Quero mais!"

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...